Mais Notícias
quarta, 28 novembro 2018

III Fórum Nacional de Mediação acontece nos dias 5 e 6 de dezembro em Porto Alegre

A OAB/RS, por meio da Casa de Mediação e da Comissão de Arbitragem (CEA), promove o III Fórum Nacional de Mediação entre os dias 5 e 6 de dezembro, das 9h às 19h. O evento será no OAB/RS Cubo (Rua Manoellito de Ornellas, 55 - Praia de Belas). Para participar e se inscrever, acesse: portaldoaluno.oabrs.org.br

 

A APMPA – Associação dos Procuradores do Município de Porto Alegre é uma das entidades que apoiam o evento. Para o presidente da APMPA, Cesar Emílio Sulzbach, a proposta do encontro é a de enaltecer e reafirmar a importância dos institutos da mediação e arbitragem. “Há a necessidade de uma mudança de cultura e paradigmas da sociedade. Destaco a importância na Lei Processual, que autorizou a criação das Câmaras de Conciliação ligadas as Procuradorias. Em Porto Alegre, desde 2016, funciona a Central de Conciliação, composta de três Câmaras, sendo uma delas a Câmara de Mediação e Conciliação. O resultado tem sido eficiente na harmonização dos litígios entre o Município, os cidadãos e as empresas”, afirma.

 

Segundo o presidente da Casa de Mediação, Ricardo Dornelles, o Fórum é direcionado a advogados, gestores públicos e público interessado em mediação e quer promover a integração entre as instituições públicas, com foco na mediação e arbitragem. “Iremos apresentar todo o trabalho de mediação realizado aqui no Rio Grande do Sul”, falou. “Estamos buscando, com todas as instituições, um alinhamento e discutindo as questões jurídicas. Ao mesmo tempo, estamos trazendo profissionais de fora do estado e do Brasil para discutir questões relevantes da área”, argumentou.

 

Para a advogada da União e diretora da Escola da AGU na 4a Região, Márcia Uggeri, o Fórum visa a aprimorar a formação de profissionais que atuam na área de Mediação, Conciliação e Arbitragem, estabelecendo um diálogo entre as organizações públicas e privadas. “O evento está contextualizado à realidade desses profissionais, em termos de aplicação e de desenvolvimento de suas atividades, criando um ambiente de reflexão sobre os novos métodos utilizados na solução de controvérsias, transcendendo os conhecimentos jurídicos e entrelaçando saberes de diversas áreas por meio de uma análise interdisciplinar do tema”, disse.

 

A presidente da Associação dos Procuradores do Estado (APERGS), procuradora Marcela Vargas, disse que, em um momento de massiva judicialização, os meios alternativos de resolução de conflitos merecem ser debatidos e aplicados. “Buscando maior eficiência e celeridade nos casos específicos que permitem tal tratamento”, falou.

 

Fontes:https://www.apmpa.com.br/single-post/2018/11/27/F%C3%B3rum-Nacional-de-Media%C3%A7%C3%A3o-ser%C3%A1-nos-dias-5-e-6-de-dezembro-em-Porto-Alegre

 

Compartilhar
Fechar
Por favor, aguarde...